DICAS DE COMPRAS NO BIG BOX

DICAS DE COMPRAS NO BIG BOX

Em virtude do Dia do Nutricionista (31 de agosto), a palavra fica por conta de quem entende do assunto. Nossa nutricionista Renata Cruz Soares (CRN-1/5420) elencou 10 dicas essenciais que você deve levar em consideração na hora de fazer suas compras. E para ter uma alimentação ainda mais saudável, ela explica como ler corretamente os rótulos dos produtos.

Confira todas as sugestões e tenha mais qualidade de vida aprimorando seus hábitos:

10 dicas de compras no BIG BOX

1. Faça uma lista de compras. Assim você não esquecerá nenhum item importante que esteja faltando em casa.

2. Varie sua alimentação! Quanto mais colorida for a refeição, melhor. Invista em frutas, legumes e verduras.

3. Comece suas compras pelas verduras, frutas e legumes. Deixe a parte de refrigerados e congelados para o final. Assim esses produtos ficam menos tempo fora da temperatura adequada.

4. Quando comprar carne vermelha, frango ou peixe, sempre que possível, ao chegar em casa já distribua em pequenas porções em recipientes com tampa e congele. Assim na hora do preparo, fica mais prático e você evita fazer mais comida do que o necessário.

5. Leia sempre os rótulos das embalagens! Fique atento aos produtos dietéticos, porque nem sempre eles serão as melhores opções. (Leia abaixo o item aprendendo a ler rótulos).

6. No carrinho do supermercado, procure separar os produtos de limpeza e higiene dos mantimentos. Assim você evita que algum produto vaze ou estrague os alimentos.

7. Equipe o porta-malas. Para facilitar as compra e garantir a segurança dos alimentos, coloque no dia da compra, sempre que possível, um isopor ou sacola térmica no porta-malas para garantir a temperatura dos itens refrigerados e congelados.

8. É de suma importância ter os cuidados necessários na hora de guardar os produtos em sua casa. Para que tudo seja armazenado de modo correto, faça o caminho inverso ao do supermercado: comece pelos itens refrigerados, congelados, frutas e hortaliças e, por último, os não perecíveis. Lembre-se de deixar os itens com data de validade mais próxima do vencimento mais acessíveis, para que sejam consumidos antes.

9. Procure fazer compras quando não estiver com fome. Faça um lanche saudável antes de sair de casa, pois ir ao supermercado com fome pode impulsionar a compra de alimentos calóricos e desnecessários.

10. Aprendendo a ler rótulos

A lista de ingredientes é mais importante do que a tabela nutricional. Não se preocupe tanto com as calorias dos alimentos e sim com os ingredientes presentes dentro deles. Um abacate tem mais caloria do que um pacote de bolacha. Mas por ser mais saudável, ele além de ajudar na saúde, pode te ajudar no emagrecimento.

Na lista de INGREDIENTES, os itens estão em ordem decrescente de quantidade. Ou seja, o PRIMEIRO da lista sempre será o que foi usado em MAIOR quantidade no produto.

Evite produtos que tenham ingredientes que você não saiba o que significa. Exemplo: glutamato monossódico, gordura vegetal hidrogenada, corante caramelo, estearoil lactilato de sódio (INS 481i), estabilizante polifosfato de sódio e conservadores como sorbato de potássio;

Quanto mais extensa for a lista de ingredientes, menos saudável é o produto;
ATENÇÃO: Dentre os ingredientes, o AÇÚCAR pode estar “disfarçado” com nomes como: maltodextrina, glicose, glucose, frutose, polidextrose, sacarose, dextrose, maltose, açúcar invertido, xarope de glicose, xarope de milho, xarope de malte, melado etc.

Verifique a validade dos industrializados que for consumir. Quanto maior prazo de vencimento, mais conservantes terá o produto.

Boas compras!